O cantor Léu, da dupla com Liu, morreu nesta quinta-feira (16) em São Paulo. Ele tinha completado 82 anos no último 4 de abril. Ainda não há informações sobre a causa da morte.

O corpo foi velado no Cemitério Chora Menino, em Santana, na noite desta quinta-feira (16) até a manhã desta sexta. A previsão é que o corpo seja cremado no cemitério da Vila Alpina, Zona Leste de São Paulo ainda hoje.

A dupla de sertanejo raiz Liu & Léu ganhou fama nos anos 70 com sucessos como “O Ipê e o Prisioneiro (Ipê Florido)” e "Dona saudade". A dupla interrompeu a carreira de 53 anos em 2012, com a morte de Liu.Léu seguiu fazendo shows com o irmão Lourenço.

 

Biografia

 

Lincoln Paulino da Costa e Walter Paulino da Costa, ou Liu e Léu, como ficaram conhecidos, nasceram em Itajobi, no interior de São Paulo.

De uma família de músicos — Lincoln e Walter eram irmãos da dupla Zico & Zéca e primos de Vieira e Vieirinha —, eles foram a um programa de auditório da TV Bandeirantes e lá, com instrumentos emprestados, se apresentaram pela primeira vez.

A dupla começou a se apresentar em circos pelos estados de São Paulo, Minas Gerais, Paraná, Goiás e Mato Grosso. Em mais de 50 anos de carreira, gravaram 32 discos e um deles, o CD “Jeitão de Caboclo”, recebeu a indicação em 2003 para o Grammy Latino na categoria de “Melhor Álbum de Música Regional”.

Os perfis da dupla Milionário e José Rico nas redes sociais lamentaram a morte de Léu, assim como Adriana Farias, atual apresentadora do programa “Viola, Minha Viola".

 

Fonte: G1

Ludmilla segue em recuperação, depois de descobrir três hérnias de disco na coluna. A cantora teve alta do hospital na tarde de segunda (13), mas a indicação é que ela "volte ao poucos".

Foram cancelados os shows de:

 

  • Sexta (17) em Atibaia (SP)
  • Sábado (18) no Rio
  • Domingo (19) na Virada Cultural de São Paulo

 

Segundo a assessoria, Ludmilla continua fazendo sessões de fisioterapia e tratamento intensivo de quiropraxia:

"De acordo com os médicos, a orientação é que a cantora volte aos poucos às atividades, de forma gradual e sem a realização de grandes esforços musculares."

"Como a dinâmica de shows é intensa, a cantora precisa estar em plenas condições físicas para realizá-los", completou a produção da cantora.

 

Fonte: G1

Resulta estratégica a escolha do arisco Tiago Iorc para ser o primeiro artista brasileiro a gravar um Acústico MTV na retomada do projeto, oito anos após a gravação por Arnaldo Antunes, em 2011, do último título nacional da série.

Sem a força popular da década de 1990 e dos anos 2000, quando os discos resultantes das gravações dos shows da série Acústico MTVgeralmente alcançavam vendagens expressivas e por vezes ajudavam a revigorar carreiras fonográficas em declínio, a emissora precisa se reconectar com o público jovem que consome música no Brasil de 2019.

E, para esse público, os ídolos já não são os mesmos. Os ícones da MPB – como Gal Costa e Gilberto Gil, cujas discografias incluem bem-sucedidos CDs gravados nessa linha acústica – já são idolatrados em nichos específicos do mercado e estão dissociados da grande massa que consome o atual pop brasileiro, dominado pelo funk, pelo rap e sobretudo pelo sertanejo. Os astros do rock também já perderam a hegemonia de tempos idos.

Iorc – que gravará Acústico MTV em 30 de maio em show exclusivo para convidados na cidade de São Paulo (SP) – é um nome conectado com esse público jovem que a MTV precisa reconquistar se quiser voltar a obter alguma relevância no universo pop do Brasil numa era que os clipes (outrora os chamarizes da emissora) são veiculados preferencialmente em plataformas de vídeo da web. Até porque nenhum artista precisa mais da MTV para fazer um vídeo virar viral entre o público-alvo desse artista.

Ao mesmo tempo, do ponto de vista musical, soa sem apelo a escolha de Tiago Iorc para reinaugurar o projeto Acústico MTV no Brasil. Calcado no folk, gênero musical que tem o violão como instrumento principal, o som de Tiago Iorc já é essencialmente acústico por essa própria natureza pop folk.

 
 
O cantor e compositor Tiago Iorc faz música calcada no violão, com som já essencialmente acústico — Foto: Rafael Kent / Divulgação O cantor e compositor Tiago Iorc faz música calcada no violão, com som já essencialmente acústico — Foto: Rafael Kent / Divulgação

O cantor e compositor Tiago Iorc faz música calcada no violão, com som já essencialmente acústico — Foto: Rafael Kent / Divulgação

Mesmo que algumas músicas do recém-lançado quinto álbum de estúdio do cantor e compositor de origem brasiliense, Reconstrução(2019), tenham sido formatadas com alguns sons sintetizados, a base da música de Iorc ainda é o violão.

Esse fator dilui o elemento surpresa de um Acústico MTV com esse enigmático popstar que decidiu sair de cena em janeiro de 2018 e que voltou sem aviso prévio na madrugada de 5 de maio deste ano de 2019 com álbum de músicas inéditas que virou assunto na internet pela estratégia inusitada do lançamento e pelo sumiço do artista.

Tiago Iorc pode até ter sumido para se reconstruir internamente, mas ainda permanece ligado ao mainstream da indústria do disco – como atesta o envolvimento de gravadora multinacional, Universal Music, na edição do álbum ao vivo resultante da gravação do Acústico MTV do cantor.

Enfim, a escolha de Iorc para a reconstrução do projeto acústico da MTV é certeira do ponto de vista midiático. Mas não garante por si só o sucesso da emissora na retomada de série que legou álbuns antológicos numa época que já parece mais distante do que efetivamente é.

O mundo da música mudou muito na atual década. Resta saber se o Acústico MTV terá fôlego para acompanhar o ritmo do momento...

 

Fonte: G1

A banda BTS fez uma homenagem aos Beatles durante sua estreia no famoso programa “The Late Show with Stephen Colbert”. O programa foi ao ar na noite desta quarta-feira (15) e contou também com uma entrevista com os ícones do K-pop.

A produção da atração transformou o palco do Ed Sullivan Theatre, onde os programas são gravados, e voltou ao tempo resgatando o momento em que os Beatles estrearam na TV americana em fevereiro de 1964. Na ocasião, John Lennon, Paul McCartney, Ringo Starr e George Harrison se apresentaram no The Ed Sullivan Show.

Segundo a revista People, a ideia para o programa surgiu após as intensas comparações do BTS com o Beatles, tanto pelo sucesso quanto pelo número de vendas musicais.

 

O anfitrião Colbert também entrou na onda e se vestiu como o ex-apresentador de programas Ed Sullivan.

Apesar da homenagem aos Beatles, o BTS cantou uma canção própria no palco. Jungkook, Jimin, V, Suga, Jin, RM e J-Hope apresentaram a faixa “Boy With Luv”, que integra o EP “Map of the soul: Persona”.

Colbert convocou os meninos ao palco os chamando de “fenômeno internacional” e explicou que o grupo é o primeiro desde os Beatles a emplacar três álbuns no topo das paradas em menos de um ano.

Durante a entrevista, Colbert questionou se os garotos tinham uma música favorita dos Beatles e eles responderam cantando “Hey Jude”.

 

Fonte: G1

Página 1 de 74

Sobre

  • A Rádio Super FM - 89,3 é a única no município de Campo Novo do Parecis, MT, que possui programação diferenciada, com um estilo próprio.

Fale Conosco

Avenida Mato Grosso - 2199-NE
Campo Novo do Parecis, MT 78360000
Brasil
+(65) 3382-2898
Mobile: +(65) 9 9624-2258
superfm893.com.br