O governo federal anunciou nesta quarta-feira (21) um plano para privatizar nove empresas estatais.

O anúncio foi feito no Palácio do Planalto após uma reunião do presidente Jair Bolsonaro com o conselho do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI).

Segundo a secretária especial do PPI, Martha Seillier, e o secretário de Desestatização, Salim Mattar, o plano do governo envolve as seguintes empresas:

 

  • Telecomunicações Brasileiras S/A (Telebras);
  • Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (Correios);
  • Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp);
  • Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência Social (Dataprev);
  • Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro);
  • Empresa Gestora de Ativos (Emgea);
  • Centro de Excelência em Tecnologia Eletrônica Avançada (Ceitec);
  • Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (Ceagesp);
  • Agência Brasileira Gestora de Fundos Garantidores e Garantias (ABGF).

 

Durante a apresentação do plano, o governo falou em também incluir creches, presídios e parques no programa de privatizações, mas não explicou quais seriam os projetos. O G1 procurou a assessoria do PPI e aguardava resposta até a última atualização desta reportagem.

O governo prevê a concessão dos parques nacionais de Lençóis Maranhenses (MA) e Jericoacoara (CE); e a renovação, em 2020, da concessão do Parque Nacional do Iguaçu (PR).

Próximos passos

 

A viabilidade do plano ainda depende de análise do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Por decisão do Supremo Tribunal Federal, é proibida a privatização de estatais sem aprovação do Congresso. Pela mesma decisão, o governo só pode vender as subsidiárias.

De acordo com o governo, esses estudos vão indicar se há condições de mercado para concretizar a venda das estatais. As análises também poderão recomendar a manutenção da estatal ou a extinção da empresa.

 

Segundo o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, a carteira atual do PPI conta com 18 ativos e está estimada em R$ 1,3 trilhão. A estimativa do governo, acrescentou o ministro, é passar para R$ 2 trilhões com o anúncio desta quarta-feira.

Entre os 18 ativos da carteira, estão a Eletrobras, a Trensurb, a CBTU e a Casa da Moeda.

 

Eletrobras

 

Mais cedo, nesta quarta-feira, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia(DEM-RJ), afirmou que a Eletrobras deverá ser privatizada "o mais rápido possível". A privatização da estatal depende de aval do Congresso.

Nesta terça-feira (20), a Câmara derrubou uma medida provisória (MP) que previa aporte de R$ 3,5 bilhões para a empresa.

A privatização da Eletrobras é um assunto que vem sendo debatido desde o governo Michel Temer.

 

Correios

 

Em entrevista nesta quarta, Bolsonaro antecipou que os Correios estariam na lista de privatizações.

"Começa com os Correios, eu não tenho de cabeça aqui. A privatização dos Correios passa também, segundo decisão do Supremo, pela Câmara, pelo Congresso Nacional. Então, é um processo longo", frisou o presidente.

Os Correios são vinculados ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações e estão presente em mais de 5 mil municípios.

Atualmente, a empresa é presidida por Floriano Peixoto. Em junho, ele substituiu Juarez Cunha, contrário à privatização.

Questionado sobre o que acontecerá com os funcionários concursados dos Correios, o governo disse que ainda não é possível dizer o que vai ocorrer, que serão feitos estudos para se encontrar o melhor modelo.

 

EBC

 

De acordo com o ministro Onyx Lorenzoni, não houve definição na reunião desta quarta-feira sobre o que será feito com a Empresa Brasil de Comunicação (EBC), responsável pela Agência Brasil e pela TV Brasil.

 

Petrobras

 

Durante a coletiva, Onyx Lorenzoni disse que o governo ainda não tem um definição sobre a possibilidade de se privatizar a Petrobras.

“Nós ainda não temos uma definição do ministério, nem do governo nem da empresa no sentido de colocá-la como um todo dentro do PPI”, afirmou o ministro da Casa Civil

 

Ações do BB

 

De acordo com o governo, um dos ativos que poderá ser vendido é um conjunto de ações do Banco do Brasil que a União detém, o que pode gerar um faturamento de cerca de R$ 1 bilhão.

Fonte: Por Gustavo Garcia, Mateus Rodrigues e Yvna Sousa, G1 e TV Globo

O Serviço de Ação e Capacitação Social (SACS) Bem Viver, promove diariamente cursos de artesanatos para toda a comunidade local.

Os cursos são ministrados nas segundas-feiras no Distrito Marechal Rondon e Itamarati Norte, das 07h às 11h e das 13h às 17h.

Nas terças, os cursos são na sede do SACS Bem Viver do bairro Jardim das Palmeiras, das 7h às 11h e das 13h30 às 16h30.

O bairro Nossa Senhora Aparecida recebe os cursos também na sede do SACS Bem Viver, às quintas-feiras, das 7h às 11h e das 13h30 às 16h30.

São ofertadas oficinas de bordados em chinelo, pintura em tecido, Pach Aplique, bordado em fita, crochê e agora, o novo curso de garrafa decorada.

Com informações: Assessoria da Prefeitura Municipal

 

Entre os dias 26 e 29 de agosto de 2019 ocorrerá a II Jornada de Ensino, Pesquisa e Extensão (Jenpex) do Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT) Campus Campo Novo do Parecis e as inscrições para o evento, palestras, envio de propostas de minicursos e submissão de resumos já estão abertas.

Nesta edição, a Jenpex tem como tema principal os 10 anos de Educação para a vida e para o trabalho, e abordará assuntos multidisciplinares, visando atender os públicos interno e externo.

II Jenpex se consolida como uma vitrine de divulgação das atividades realizadas e do conhecimento gerado na instituição e é direcionada para toda comunidade.

Em 2019 a Jenpex manterá as atividades de sucesso já realizadas nas edições anteriores como a apresentação de trabalhos científicos, palestras, minicursos e mostra de empreendedorismo e traz como novidade a apresentação de casos de sucesso e roda de conversa com alunos egressos. Além disso, tem a pretensão de fortalecer parcerias com outras instituições de ensino da região e com o poder público e a iniciativa privada, enriquecendo e aumentando o alcance das atividades institucionais.

O evento destina-se a estudantes, educadores, profissionais e comunidade que tenham interesse em assistir palestras, mesas-redondas, participar de minicursos, debates e divulgar trabalhos nas áreas de ensino, pesquisa e extensão.

Para se inscrever e saber mais sobre o evento basta acessar a página da II Jenpex: https://eventos.ifmt.edu.br/eventos/6/2jenpexcnp/.

Inscrições:

As inscrições estão abertas para todos os servidores do IFMT, estudantes de ensino médio, técnico e ensino superior, assim como para o público em geral. Para participar de qualquer uma das atividades, é necessário realizar a inscrição.

As vagas são limitadas.

Submissão - Resumo Expandido:

A submissão nesta modalidade será por meio de resumo expandido, devendo conter os resultados do trabalho, incluindo figuras, tabelas, gráficos e referências.

O conteúdo do resumo deverá ser inserido via formulário, obedecendo os espaços destinados a cada tópico.

Submissão - Proposta de Oficinas:

Todos os proponentes deverão estar inscritos no evento. Cada minicurso e/ou oficina deverá ter no máximo 03 proponentes. A disponibilidade de recursos audiovisuais e outros materiais está condicionada à demanda de oferta de minicursos e oficinas.

Cronograma:

 


Fotos: Divulgação

Carla Londero – Ascom IFMT Campus Campo Novo do Parecis

A Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) de Campo Novo do Parecis, deu início na manhã desta quarta-feira (21), a Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla. A primeira atividade da programação foi uma "caminhada inclusiva".

Lucélia Tonin, presidente da instituição, ressaltou que o objetivo da caminhada é conscientizar a população da importância dos excepcionais na sociedade.

Na ocasião, estiveram presentes os alunos, pais, professores e demais colaboradores da APAE de Campo Novo. 

A programação desta semana se estende até o dia 28 de agosto. "A semana conta com a participação de todas as APAEs do país, realizando uma série de ações para levar a mensagem de que todos podem promover o bem estar e proporcionar a qualidade de vida para quem mais precisa de apoio e solidariedade", destacou a psicóloga da instituição de Campo Novo, Talita Nicolay.

Participaram também da caminhada, o Departamento de Trânsito do município, o Corpo de Bombeiros e a Polícia Militar.

Fotos: Tainara Griesang

Página 1 de 232

Sobre

  • A Rádio Super FM - 89,3 é a única no município de Campo Novo do Parecis, MT, que possui programação diferenciada, com um estilo próprio.

Fale Conosco

Avenida Mato Grosso - 2199-NE
Campo Novo do Parecis, MT 78360000
Brasil
+(65) 3382-2898
Mobile: +(65) 9 9624-2258
superfm893.com.br