Apesar de o presidente Jair Bolsonaro ter dito que liberação de saques das contas ativas do FGTS seria anunciada ontem, o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, corrigiu o chefe no mesmo dia: o anúncio das medidas e seu detalhamento serão feitos apenas na quarta-feira da semana que vem. Segundo o ministro, as equipes técnicas do Ministério da Economia ainda trabalham em cima dos ajustes necessários para a liberação dos saques do FGTS e do PIS/Pasep.
 
"Será uma medida muito importante para as famílias e os trabalhadores e os detalhes técnicos ainda estão sendo ajustados", disse Onyx, que não respondeu nenhuma pergunta sobre o volume a ser liberado e as condições para os saques sejam autorizados.
 
Para acalmar as construtoras - que pressionaram o governo - o ministro garantiu que os recursos para empréstimos imobiliários e para o Programa Minha Casa Minha Vida com verbas do FGTS não serão ameaçados. "Garantimos que nada vai afetar a construção civil. Não vamos usar a parte do FGTS usada para o financiamento de imóveis", completou.
A proposta do Ministério da Economia é permitir que os trabalhadores saquem entre 10% e 35% dos recursos das contas ativas do FGTS dependendo Do saldo que possuem. A equipe econômica também defende que a mesma proporção seja aplicada às contas inativas (de contratos de trabalhos anteriores). 

Especulava-se na tarde de quinta-feira que os saques seriam limitados a R$ 3 mil ou 15% sobre o saldo da conta vinculada para evitar que a medida beneficiasse quem não precisa.
 
Sem justa causa
 
Outra medida em estudo é limitar os saques para os demitidos sem justa causa. Hoje, é possível resgatar tudo o que tem no Fundo nessa situação. A equipe econômica defende colocar um limite e, para compensar, permitir que, todo ano, seja possível sacar uma parcela no mês de aniversário. As propostas foram entregues ao presidente Jair Bolsonaro na quarta à noite. Ele seria o responsável por bater o martelo.
 
O presidente pretende injetar pelo menos R$ 30 bilhões na economia, estimulando o consumo das famílias. Mas a preocupação da equipe econômica seria evitar que a medida prejudicasse a sustentabilidade do FGTS, hoje a principal fonte de recursos para financiar habitação, sobretudo para a baixa renda.
 
Fonte: Martha Imenes

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quarta-feira (17), na Argentina, que o governo dele deve anunciar ainda nesta semana detalhes sobre a proposta de liberação de saques de contas ativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e do PIS-Pasep.

Bolsonaro deu a declaração em uma entrevista coletiva concedida na cidade argentina de Santa Fé, onde participou nesta quarta da 54ª cúpula de chefes de Estado do Mercosul.

Na véspera, o ministro da Economia, Paulo Guedes, informou em entrevista à GloboNews, na Argentina, a liberação dos saques do FGTS e do PIS-Pasep para tentar reaquecer a economia com a injeção de R$ 63 bilhões no mercado.

Na ocasião, Guedes disse que o objetivo do governo federal é liberar R$ 42 bilhões com os saques do FGTS e outros R$ 21 bilhões com os do PIS-Pasep.

O PIS é um abono pago aos trabalhadores da iniciativa privada administrado pela Caixa Econômica Federal. O Pasep é pago a servidores públicos por meio do Banco do Brasil.

Questionado por repórteres nesta quarta-feira sobre a expectativa de anúncio dos saques do FGTS e do PIS-Pasep, o presidente da República afirmou que a iniciativa tem como objetivo dar uma "pequena injeção na economia".

Em maio, Paulo Guedes já havia dito que o governo estudava liberar os recursos dos trabalhadores depositados em contas inativas e ativas do FGTS assim que fossem aprovadas as reformas, entre as quais a da Previdência.

À época, o ministro da Economia também disse que a área econômica avaliava liberar dinheiro do abono salarial PIS-Pasep para jogar dinheiro no mercado e movimentar a economia.

Fonte: G1

 

 

Ladrões invadiram uma fazenda na noite dessa quarta-feira (17) e roubaram agrotóxicos da propriedade, localizada no município de Diamantino, a 209 km de Cuiabá. Um gerente do local foi sequestrado, mas acabou liberado.

Policiais e forças de segurança foram enviadas ao local e fazem buscas na manhã desta quinta-feira (18), no entanto, nenhum assaltante foi preso até o momento.

Os ladrões renderam o gerente da fazenda, João Vanderlei da Costa, e um funcionário. O funcionário foi rendido por assaltantes armados no momento em que chegava na propriedade.

Eles o levaram até sede da fazenda, na casa do gerente. As duas vítimas foram agredidas. Os assaltantes ainda mataram um cão da raça rottweiler, que fazia a segurança do local.

Em seguida os ladrões colocaram toda a carga de agrotóxico da fazenda em uma caminhonete, que seria de uma das vítimas.

O gerente foi sequestrado e levado com os ladrões, porém, foi solto e já está com a família. O funcionário também foi liberado, apesar de estar ferido.

Fonte: G1 MT

O programa social da Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso, De Cara limpa Contra as Drogas, de Pontes e Lacerda, participou de uma atividade de campo voltada para âmbito cultural, realizada ao longo de três dias, com a presença de aproximadamente mil jovens dos municípios de Pontes e Lacerda, Sapezal, Campos de Júlio e Campo Novo do Parecis.

O “1º Intercâmbio de Projetos Mirins”, aconteceu nos dias 12 a 14 de junho, promovido pelas diretorias das guardas mirins do estado. Todos os participantes, deslocaram-se para a cidade de Campo Novo do Parecis e após uma caminhada pelas principais vias da cidade, acamparam na Aldeia Indígena 4 Cachoeiras, localizada próxima a rodovia MT-235.

Acomodados em barracas estilo acampamento e desbravando o local durante os dias de programação, os alunos participaram de atividades com instruções, aventuras ecológicas, aulas de arco e flecha, práticas esportivas, tirolesa, caminhadas, além das palestras educativas e preventivas inseridas no programa “De Cara Limpa Contra as Drogas“.

Durante o intercâmbio, os jovens também tiveram a oportunidade de ter contato direto com a cultura indígena, convívio com índios e a relação com a natureza.

Além da Polícia Civil, participaram do evento representantes do Exército Militar Brasileiro, Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar.

*Com informações Assessoria PJC-MT

Página 1 de 219

Sobre

  • A Rádio Super FM - 89,3 é a única no município de Campo Novo do Parecis, MT, que possui programação diferenciada, com um estilo próprio.

Fale Conosco

Avenida Mato Grosso - 2199-NE
Campo Novo do Parecis, MT 78360000
Brasil
+(65) 3382-2898
Mobile: +(65) 9 9624-2258
superfm893.com.br